• gabriela saueia

mulheres radicais : a arte feita por mulheres de 1960 a 1985


uns dias atrás, fui visitar a exposição 'mulheres radicais : arte latino-americana, 1960-1985', que está em cartaz até o dia 19 de novembro na pinacoteca.

a pinacoteca é um lugar enorme e cheio de história e é onde está concentrado um dos maiores e mais representativos acervos de arte brasileira. outra coisa bem interessante da pina é que eles possuem uma área especialmente pensada para os deficientes visuais, com escritos em braile e obras sensoriais.

além do acervo incrível, está acontecendo a exposição temporária 'mulheres radicais' que mostra um lado pouco divulgado da história da arte, oferecendo uma coletânea das práticas artísticas desenvolvidas por mulheres no período de 1960 a 1985 e a influência que esse fazer arte teve ao redor do mundo.



segundo a própria exposição conta, é um jeito de evidenciar um lado da produção artística que teve e ainda tem pouca visibilidade, onde mulheres buscavam transformar as representações feitas a partir do corpo feminino, como forma de enfrentar a política e a vida social numa época marcada pelo patriarquismo e ditaduras militares na América do Sul e Central.

as obras, que variam entre fotografias, pinturas, esculturas e vídeos, tem um lado bem impactante e mostram como a sociedade era naquele tempo e como ainda existe resquício de muita coisa hoje em dia. é válido para conhecer um lado que quase não é mostrado e que teve e ainda tem grande influência no jeito que encaramos o mundo.

depois da exposição, como estava mais ou menos na hora do pôr do sol, fui nas sacadas que tem no próprio prédio da pinacoteca. em uma delas, que inclusive tinha alguns bancos para só apreciar a vista, que dava para ver a estação da luz e o entardecer de fundo, um belo final de tarde repleto de cultura no centro da cidade.

#depoisdasseis #projetodepoisdasseis #youtube #saopaulo #pinacoteca #mulheresradicais

  • facebook
  • instagram
  • youTube
  • email