• facebook
  • instagram
  • youTube
  • email
  • gabriela saueia

lambe-lambe e o porquê de colar céu nos muros


descobri o lambe-lambe em 2012, em uma viagem em que a arte de rua foi muito presente. gostava de estar no meio de uma cidade que tinha algo para se olhar nos muros em todo o canto.

já contei algumas vezes que o projeto surgiu da vontade de fotografar todos os dias e o depois das seis. foi criando vida própria e se modificando conforme o tempo foi passando e conforme achei válido para que ele continuasse existindo todos os dias. hoje em dia ele se transformou em uma espécie de respiro no meio de tanto caos. com isso dito, o depois das seis. começou seis meses antes de virar realmente um projeto ou ter nome.

comecei a fotografar em março, mas só criei o instagram e o facebook do depois das seis. em setembro. inclusive, a primeira foto postada foi da primeira vez que eu sai para as ruas para colar os lambes de pôres do sol diferentes.

espalhar lambe sempre foi um jeito de tentar mostrar para as outras pessoas aquilo que a rua tem para oferecer. é um jeito de olhar para tudo ao nosso redor com outros olhos, de prestar mais atenção nos detalhes e na beleza que existe na cidade.

a arte de rua é algo totalmente efêmera e conversa muito com como são os dias, como a todo segundo o céu está mudando e como nada fica do jeito que é por muito tempo. às vezes um trabalho pode durar um ano, as vezes não dura nem um dia - e tudo bem, faz parte da magia da rua essa constante mudança, e faz parte da vida também.

pra contar um pouco mais sobre a história do lambe-lambe e sobre o que o lambe representa para o depois das seis., saiu o vídeo, gravado na rua augusta, um dos principais lugares que já espalhei céu colorido pelos muros de sp:


#depoisdasseis #projetodepoisdasseis #lambelambe #lambe #lambelambe #artederua #pordosol #augusta #ruaaugusta #saopaulo

2 visualizações